01Sobre o projeto

Sobre o projeto

Rede Africana para a Educação sobre Recursos Energéticos

A “Rede Africana para a Educação sobre Recursos Energéticos” (African Network for Education in Energy Resources, ANEER,) é um projecto desenvolvido entre instituições de Angola, Moçambique e Espanha e financiado pelo Programa Edulink II da União Europeia.

O Programa Edulink tem como objectivo promover a capacitação e a integração regional no âmbito do ensino superior entre países da ACP (África, Caribe e Pacífico) e da União Europeia. Este objectivo pretende ser atingido através do trabalho em rede, da melhora da qualidade académica e institucional e da adequação ás necessidades do mercado de trabalho, tendo como fim último contribuir ao desenvolvimento humano dos países ACP.

O objetivo geral do Projecto ANEER é o fortalecimento das capacidades académicas em matéria de eficiência energética, a melhora da gestão integral da Universidade José Eduardo dos Santos de Angola e o Instituto Superior Politécnico de Gaza de Moçambique e a criação de sinergias com outras entidades do sector energético dos países envolvidos.

O ANEER pretende contribuir á melhora da situação energética em Angola e Moçambique. Por um lado, ambos os países dispõem de uma importante quantidade de recursos naturais e energéticos, mas menos do 20% da povoação tem acesso regular á energia doméstica. Por outro lado, há uma demanda cada vez maior de técnicos especificamente qualificados nesta área para fazer frente os desafios e oportunidades do sector energético e ambiental .

A Universidade de Córdoba da Espanha (UCO), o Instituto Superior Politécnico de Gaza de Moçambique (ISPG) e a Universidade José Eduardo dos Santos de Angola (UJES) são os sócios principais e implementadores do projecto ANEER. Estas três instituições têm uma vasta experiência de trabalho conjunto em fortalecimento das capacidades institucionais e académicas e o uso de novas tecnologias.

O Projecto ANEER tem um orçamento total de 587.197,25 euros, sendo 499.372 fundos procedentes da União Europeia. O Projecto iniciou em outubro 2013 e têm uma duração de 42 meses.

O objetivo específico do projecto ANEER é fortalecer as capacidades acadêmicas em matéria de eficiência energética e melhora da gestão integral em centros de Ensino Superior em países lusófonos da região Subsaariana. Para atingir este objetivo foram estabelecidos cinco resultados:

  • Resultados

    Principais resultados deste projecto

  • R1

    O estudo será realizado utilizando informação das principais instituições que trabalham no âmbito energético nos três países e celebrando uma apresentação do estudo ante diferentes entidades relacionadas com o fim de fomentar também o trabalho em rede neste âmbito.
  • R2

    De uma maneira participativa, contando com a experiência da Universidade de Córdoba, será desenhado e implementado um plano curricular de disciplinas sobre recursos e eficiência energética para os docentes do ISPG e da UJES. Serão utilizadas aulas virtuais e promovido um programa de mobilidade entre docentes e pessoal de investigação, favorecendo sempre a equidade de género.
  • R3

    Serão realizados encontros para desenhar um currículo formativo comum para a UJES e o ISPG. Estas disciplinas deverão ser integradas nos planos curriculares de ambas entidades para poder ser ministradas de forma semipresencial, com responsabilidade partilhada entre os centros. Além disso, será implementado um programa de prácticas professionais com o fim de apoiar a integração laboral dos/as estudantes.
  • R4

    O trabalho em rede será fomentado a través do estabelecimento de um campus virtual de ensino e da plataforma de intercambio de informação “African Geobussola” na que serão envolvidas entidades públicas e privadas dos três países participantes.
  • R5

    A comunicação constante, o trabalho coordenado e a visibilidade do projecto ANEER e do Programa Edulink da União Europeia será os eixos transversais principais durante toda a implementação do projecto.